FORMAS E PREPARAÇÃO DOS MANUSCRITOS

 

 

Orientação gerais

 

 

Aceitamos propostas português e inglês. Para todas as formas aceitas por Análise, os manuscritos devem observar as seguintes características e seus elementos devem ser apresentados na seguinte ordem:

a) um arquivo contendo nota biográfica com até 40 palavras incluindo:

- Nome completo do autor, seguido da forma utilizada em citações – entre colchetes. Ex.: José Guilherme Merquior [MERQUIOR, J.G.];

- Formação, apenas último grau obtido, seguido do Programa e da Instituição correspondentes e do ano de obtenção. Caso esteja em formação, às informações anteriores, seguem-se as da etapa atual da formação. Exemplos:

Ex.1: Doutor em Antropologia [PPGA/UFF, 2011]

Ex.2: Mestre em Ciência Política [IESP/UERJ, 2010] e doutorando em Ciência Política [IESP/UERJ, turma de 2011]

- Inserção institucional e cargo, se for o caso;

- Areas de  interesse [até 3];

- Referências das principais publicações [até 5]

- E -mail;

b) um arquivo contendo o texto a ser avaliado com as seguintes características, na seguinte ordem:

- título da obra

- nome do autor

- até 50 mil caracteres [substância inteira do arquivo, incluindo título, nome do autor, espaços e, quando for o caso, bibliografia e/ou referências bibliográficas e notas]; 

- fonte Times New Roman, tamanho 12, recuo padrão, alinhamento justificado, espaçamento duplo, página [única face] tamanho A4. 

  

 

Orientações específicas

 

 

Artigos inéditos 

Somam-se as orientações gerais as seguintes características:

- título do artigo em português e inglês; 

- resumo [entre 350 e  450 caracteres com espaços, acompanhado de até cinco palavras-chave, em português e inglês];  

-  notas substantivas no rodapé e em algarismos arábicos; 

- bibliografia e/ou referências bibliográficas [referidas no rodapé quando da ocorrência e discriminadas extensivamente na seção correspondente, ao final]; 

- quando aplicável, créditos das imagens utilizadas [numeradas e, quando da ocorrência, referenciadas no rodapé]. 

- quando aplicável, desenhos, fotografias, gráficos, mapas, quadros e tabelas devem estar numeradas [numeradas e, quando da ocorrência, referenciadas – com título e fonte - no rodapé] e deverão estar em condições adequadas à reprodução. Por motivos editoriais, a Revista Análise LAESP pode requerer que as imagens utilizadas no corpo do texto sejam encaminhadas em arquivo separado. Caberá ao autor a obtenção de autorização para reprodução, quando exigida.

- citações, quando ultrapassarem cinco [5] linhas, deverão ser centralizadas em margens menores do que as do corpo do artigo; quando menores, serão feitas no corpo do texto, entre aspas. Em ambos os casos, asreferências devem vir no rodapé e, ao final, na seção correspondente.

CONTINUE LENDO >>

VOLTAR <<